Psicoterapia

Psicoterapia, o que é isso?

A palavra Psicoterapia vem da união de dois termos gregos: Psiqué (alma, consciência) e Terapheias (restaurar, tratar, cuidar). Então, podemos considerar e resumir que Psicoterapia é o ato de cuidar de nossa alma, cuidar de nós mesmos. Cuidar de nós olhando para nossos sentimentos, compreendendo nossa forma de pensar, comportar e olhando de frente para as reais consequências disso. Cuidar de nós podendo compreender e elaborar nossas vivências, significando-as e as ressignificando quando necessário. Desconstruir, reconstruir, construindo-nos a cada dia.  É um processo de busca e desenvolvimento existencial.

Esse processo se dá presencialmente, através do diálogo entre psicoterapeuta e cliente, num ambiente apropriado em que a pessoa se sinta à vontade para compartilhar o que deseja e precisa. Particularmente prefiro usar o termo “cliente” ao invés de “paciente”. Isto porque o termo “paciente” me soa passividade, e no processo psicoterapêutico isso não combina, pois para termos bons resultados precisamos de engajamento por parte do cliente e não passividade.

Como psicóloga, considero-me uma facilitadora nos processos de autoconhecimento, e não uma “super-poderosa” que será capaz de conduzir a todo custo, pelo contrário, só conseguirei cumprir minha função se a pessoa que me procura estiver disposta a percorrer este caminho de autoconhecimento. O psicólogo é aquela pessoa que ajuda a clarificar algumas questões ainda obscuras, que acolhe o sofrimento do outro, que escuta, uma escuta ativa, que busca os pontos necessários para se trabalhar durante o processo.

psychoteraphy

A palavra Processo vem do latim procedere, que significa ir à frente, ir além, ir adiante; mover-se. Portanto, o processo de psicoterapia pode proporcionar significativas reflexões, e estas por sua vez podem contribuir bastante para que o cliente se movimente em busca de sua autonomia como sujeito ativo no mundo e na sua própria vida, responsável por si, por suas escolhas e atitudes, compreendendo aos poucos a sua parcela de responsabilidade em todas suas experiências atuais.

A psicoterapia ocorre por meio dos encontros semanais entre  Psicoterapeuta e o cliente. Como o próprio nome já diz, Psicoterapeuta é aquele que irá auxiliar no processo de assuntos referentes à alma humana. E quantos são estes assuntos…  Afinal, tudo que vivenciamos afeta de alguma forma a nossa consciência, e em alguns casos, necessitaremos de um tempo e algumas vezes, de uma ajuda extra e profissional para elaborarmos tudo que vivenciamos.

O Psicoterapeuta

Psicoterapeuta é um profissional devidamente capacitado para tal função. É importante que faça um sincero estudo de cada caso atendido e se submeta ou tenha se submetido à terapia também, afinal, como conduzir um semelhante num processo que você nunca percorreu?

Para estar em contato com outro ser humano num contexto como da psicoterapia é preciso consciência da responsabilidade, e por isso precisa ser capacitado e se capacitar cada dia mais, aprofundando aos poucos e em constante movimento, não com títulos de cursos apenas, mas com dignidade, responsabilidade e empatia para estar com o outro neste contexto.

O preconceito que ainda existe

Infelizmente ainda existe muito preconceito com relação à ir num Psicólogo, cujo trabalho é sempre relacionado à “loucura” ou doença, ou desequilíbrios, e tudo mais de ruim. É claro que lidamos com isto também, mas não apenas com isto, lidamos com todos os tipos de pessoas e situações diversas.

Ir ao psicólogo deveria fazer parte dos cuidados preventivos que deveríamos ter com nós mesmos. Ir ao psicólogo é poder ter um espaço para nos expressarmos livremente e ter alguém totalmente disponível para nós naquele momento, ajudando-nos a refletir e elaborar as questões que precisamos.

Para termos saúde integral é preciso cuidar de corpo, mente, emoções e também nos atentarmos para todas as dimensões de nossa vida: família, amigos, profissional, etc. Um Psicólogo jamais substituirá nossas amizades ou o que quer seja, não é este o objetivo. Porém, quando se tem necessidade de um melhor direcionamento de determinadas questões pessoais um amigo que não for capacitado como o Psicólogo é, pode não conseguir nos ajudar de forma eficaz.

Mas na maioria das vezes os amigos sempre estarão conosco fazendo um trabalho paralelo ao do Psicólogo em nossas vidas, mas com diferentes funções (“cada macaco no seu galho”).

macaco

A escolha entre procurar um Psicólogo ou não em determinadas épocas de nossa vida depende muito de cada pessoa, de cada situação e de cada momento. Atento ao fato, apenas, de não desmerecer uma profissão ou um profissional somente por um preconceito que está incutido socialmente.

A boa notícia é que, apesar desse preconceito já existem pessoas que se submetem à psicoterapia como forma de prevenção e auto-cuidado para qualificarem seus relacionamentos e sua forma de estar no mundo, para se conhecerem melhor e atuar na vida de forma mais efetiva e coerente com sua verdade pessoal.

Agora deixo vocês com uma frase de Jung:

“Sua visão se tornará clara somente quando você olhar para o seu próprio coração. Quem olha para fora, sonha; quem olha para dentro, desperta.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *